Séries que deixam saudades: The IT Crowd

Por Juliana Fernandez

Existem séries que acabam e deixam saudades. Dead Like Me, The Sopranos, Arrested Development, Firefly… A lista é longa, e das series que infelizmente – ou não – tiveram seus fins, uma das minhas preferidas é The IT Crowd, que foi transmitida entre 2006 e 2010 pelo Channel 4.

O sitcom britânico foi escrito por Graham Linehan, que – admito – não havia ouvido falar até meados do ano passado. Já conhecia o trabalho do Richard Ayoade enquanto diretor de video clipes e sabia que também atuava, mas foi depois de Submarine (seu primeiro filme enquanto diretor, que foi resenhado por mim aqui) que me veio a curiosidade saber mais sobre ele. E foi assim que conheci a série.

Satirizando séries que se passam em escritório, os três personagens principais trabalham no departamento de suporte tecnico das Industrias Reynholm: Jen Barber (Katherine Parkinson), chefe do departamento não entende muito de informatica (no primeiro episódio ao ser obrigada a dar exemplos de sua experiencia na area, ela lista “receber emails” e “clique duplo”) cujos interesses vão de sapatos até homens, um esteriotipo desnecessário à personagem. Já Roy Trenneman (Chris O’Dowd) ao contrário de sua chefe, entende do que faz, mas não tem muito vontade – na verdade, nenhuma – de trabalhar. E por ultimo, Maurice Moss (Ayoade), que – eu juro que não foi intencional de minha parte – é um dos meus personagens preferidos. Podendo facilmente ter se tornado apenas um estereótipo de um “nerd”, para minha surpresa ele é extremamente cativante e hilário.

 

Entre os personagens que aparecem ao longo da série estão Denholm Reynholm (Chris Morris), o dono das indústrias – o típico empresário moderno – e seu filho Douglas (Matt Berry), que acumula processos por assédio sexual a torto e a direito. E entre as participações, o destaque fica com Noel Fielding (de The Mighty Boosh e Noel’s Fielding’s Luxury Comedy) que interpreta Richmond, que costumava ser o braço direito de Denholm e acaba terminando na IT após virar gótico.

Séries que se ambientam em escritórios existem aos montes, algumas ótimas e outras nem tanto, The IT Crowd se encaixa na primeira categoria. Pode não ser a mais bem produzida, entretanto, o roteiro excelente proporciona a cada personagem grandes momentos, e os personagens por sua vez são interpretados por atores que além de saber muito bem o que estão fazendo, possuem uma dinâmica em grupo que está se tornando incomum hoje em dia.

 

Por mais que as temporadas sejam curtas (são três delas, cada uma com seis episódios), os episódios são excelentes. E talvez seja exatamente por isso, já que o roteiro não se estagna, como acontece com muitas séries que possuem mais de vinte episódios em cada temporada.

The I.T. Crowd poderia ser mais uma comédia “de escritório”, se não fosse seu humor delicioso, personagens cativantes e momentos inusitados. Uma série para assistir e deixar guardada em seu HD para rever depois.

 

 

 

 

 

 

Um Comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s