Série Metroid: Samus Aran e o fetiche nerd

Por Thiago Mattos

Metroid é considerada a terceira maior saga da Nintendo, Samus Aran é uma das primeiras protagonistas femininas da história dos videogames. No início, a caçadora de recompensas não tinha apelo sexual nenhum, no Metroid pra NES (1986), só se descobriu que era mulher ao fim do jogo, devido a grande quantidade de armaduras que a loira carregava consigo.

Com o aprimoramento gráfico das plataformas, os produtores resolveram deixar Samus um pouco mais apelativa, nada de mais se comparado a outros jogos, porém, quanto mais rápido e completo se zerava o jogo, mais se poderia ver de Samus, isso começou com Super Metroid SNES (1994) e teve seus mais áureos momentos nos jogos pra GBA, como você pode ver abaixo:

Sobre o jogo em si, podemos dizer que é a franquia que mais se empenhou em se adaptar do 2D para o 3D e ainda da visão em terceira pessoa, para primeira. Mudanças drásticas, a jogabilidade clássica de Super Metroid foi tão bem sucedida que a Nintendo só teve coragem de lançar um novo Metroid em 2002, oito anos depois. Metroid Prime para o Game Cube revolucionou tudo na série, talvez com medo de uma repercussão negativa, a Nintendo lançou Metroid Fusion pra GBA com os conceitos clássicos de Super Metroid, exatamente no mesmo dia que Metroid Prime, jogada de mestre que agradou a gregos e troianos. Nem precisava, Metroid Prime é considerado o melhor jogo de Game Cube, alcançando nota 10 em algumas revistas e fazendo todos entenderem o porquê de 8 anos.

Trata-se de um jogo de ficção científica, talvez inspirado no filme Alien. Os metroids são criaturas semelhantes as águas vivas, tem uma capacidade de reprodução assustadora e adquirem comportamento agressivo mediante a raios beta, também possuem boa capacidade de raciocínio. Os Space Pirates que vagam pela galáxia e são os inimigos de Samus, fazem pesquisas com os Metroids, para usarem seus poderes e assim controlar o universo. Samus é a única sobrevivente do planeta K-2L (provavelmente a terra) depois que os Space Pirates arrasaram o local. Nossa heroína intergaláctica foi criada pela raça alienígena Chozo que habitava o planeta Zebes, porém com a invasão dos Space Pirates se espalharam por diversos planetas. Os Chozo se assemelham a homens-pássaro, a armadura de Samus foi feita por eles e é baseada no esqueleto de um. Após receber o carinho e o treinamento dos Chozo, Samus se torna a única esperança contra os Space Pirates e seus líderes Mother Brain, Ridley e Kraid. Veja o Metroid abaixo:

Metroid é a série mais violenta da Nintendo e a mais complexa junto com Fire Emblem, deixando Zelda um pouco atrás. O apelo sexual de Samus vem apenas contribuir para o status de jogo adulto, a dificuldade dos jogos geralmente é alta e os mapas enormes. Metroid é um jogo pra gente grande e o fato de ter sido ausente do Nintendo 64 é algo que alguns lamentam até hoje.

Vídeos: Gameplay de Super Metroid e de Metroid Prime 3. Demonstrando como a jogabilidade mudou

Um Comentário

  1. Saulo Augusto Duarte

    Metroid Fusion é um dos melhores títulos da série Metroid depois de Super Metroid. Eu pessoalmente gostei do game pelos desafios de tirar o fôlego e itens impossíveis, exceto pelo fato de que a Samus tem de fugir da SA-X, o inimigo que tomou posse da sua armadura e suas habilidades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s