Sempre Thriller

Suponhamos que alguém tenha me desafiado a experienciar a temática dessa semana do PACULT – para os desantenados, apenas meu silêncMENTIRA: Halloween -; suponhamos que eu tenha aceitado; suponhamos que não seja suposição que eu possa, tranquilamente, ser confundido com um zumbi… É, glr. Aqui caberia muito bem aquela expressão “naum ta fácil”, mas, já que eu escolhi fazer Comunicação Social, deveria estar ciente de que a vida seria assim mesmo: correria, poucas horas de sono, olheiras, mau humor. Aí sempre me pergunto: por que não fui fazer medicina? Rs rs rs

Mas se é pra falar de zumbi, que seja da melhor maneira empirista: sendo um! E é por isso que não posso deixar de contemplar O videoclipe que, entra ano sai ano, entra década sai década, gerações e gerações – atávicos, talvez – se rendem ao seu poder musical e a sua genialidade visual.

Lançado pela Epic Records no ano de 1984, Thriller se tornou uma espécie de viral atemporal ou, ainda mais, eterno. Eu sempre evitei falar de Michael Jackson nos meus posts porque: 1- não há questionamentos a se fazer quanto a sua grandeza artística e, finalmente, 2- sempre me faltariam palavras para ousar descrevê-lo.

Mas, usarei da minha total e utópica imparcialidade jornalística *pigarro*, para objetivamente jogar pra vocês algumas curiosidades de Thriller:

– Se chamaria Starlight (seria tão mais fácil; eu não precisaria pesquisar thriller toda vez que fosse escrevê-la para saber onde coloco o “h” – é tipo Crish Brown (?!) -;

– A MTV, contemporânea ao videoclipe, se viu alavancada pelo sucesso de Michael e de “Thriller”, tanto que exibia o clipe duas vezes por hora.

– Os críticos deram a “Thriller” 8 Grammys, 8 American Music Awards e 3 prêmios da MTV (e os Katycats vangloriando sua diva – que não tem 1 grammy sequer ): – porque ela se igualou ao Michael quanto ao número de músicas de um único álbum no topo da Billboard – #inveja -);

– Thriller ficou 36 semanas no ranking das mais tocadas da parada dance music da Billboard.

– Toca em toda festa de Halloween e todos os presentes – inclusive(principalmente)  zumbis – sabem a coreografia. – Indireta pra algum dj que for tocar na Coslloween -.

Se Machado de Assis tem seu Dom Casmurro; se a Física clássica tem Newton (?!); Michael tem Thriller que, além de consagrá-lo Rei do música Pop, ainda perpetua seu domínio póstumo com a lembrança de seus grandes feitos e com a certeza de que, ainda não há cantor algum, que esteja aos pés de assumir o trono de moonwalk.

muito thriller pra vocês, glr!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s